Cine Aipan: "Comprar, Tirar, Comprar"

Comprar, Tirar, Comprar abrange questões que perpassam a consciência crítica de todas as profissões e de todos os saberes contemporâneos. Quem pretende trabalhar no campo artístico e comunicacional não pode ficar insensível às razões econômicas e comerciais que este campo leva consigo, assim como quem, por sua vez, quer trabalhar no mundo da produção industrial e tecnológica não pode pensar-se desvinculado dos interesses dos mercados e dos consumidores. Porém, cada faceta deste processo criativo e empresarial depara-se, ao mesmo tempo, com um pressuposto e um destino comum: o da ecologia e dos recursos naturais. Hoje em dia é possível criar um objeto de design, produzir uma mercadoria industrial, publicitar um estilo de vida, promover uma estratégia econômica, inovar tecnologias sem ter em consideração as questões ambientais implícitas em todas estas práticas?

Comprar, Tirar, Comprar aborda os paradoxos insustentáveis de uma produção industrial e de um sistema comercial voltados para um consumo compulsivo que progressivamente acaba por consumar-se a si próprio. Por detrás dos paraísos performativos publicitados pela economia mercantil e pela lógica da inovação permanente esconde-se uma miséria ecológica e social progressiva, desempenhada pela obsolescência programada dos produtos.

O documentário representa a cegueira ética duma estratégia econômica baseada em encurtar o ciclo de vida das mercadorias e dos serviços, assim como na dependência social de um consumo preso nesta lógica frustrante e aparentemente infinita, promovida e sustentada através do crédito. Fazendo com que a cultura do prazo comercial dos produtos distraia e substitua a percepção de outros prazos, reais e dramáticos, começando pelo limite averiguado que têm os recursos naturais.

Renova-se assim, com a máxima evidência, aquela dialética entre progresso e catástrofe que já tinha sido assinalada no começo do século passado. Com novidades substanciais: a ideologia do progresso técnico-científico, descolada de qualquer forma compensatória e equilibrante de controlo democrático, revela-se um cruel instrumento de hegemonia econômica e política, socialmente regressivo e ecologicamente incontornável. Trata-se, portanto, de uma obra que argumenta a urgência de uma economia sustentável e a de um consumo crítico, que denuncia os heterogêneos estratagemas dos cartéis comerciais e que mostra as ações legais coletivas contra estes mesmos cartéis, que mostra propostas alternativas para uma sociedade do decrescimento e que apresenta novas práticas de resistência open source, que enfim permite conhecer o destino dos detritos tecnológicos transferidos para os países subdesenvolvidos e os movimentos sociais contrastantes, emergentes nestes países.

Últimas Ações
Ações da AIPAN
  • 11/06/2014
    Dentro da programação do mês em que se comemora o ...
  • 10/06/2014
    Vivências com a Natureza, envolveram alunos do 1º ...
  • 07/06/2014
    O associado Claudio Trindade representando a AIPAN...
-
Produtos

Comprando você ajuda a AIPAN

 Ecológico Sacola feita de banner Banners reciclados

Associe-se

A AIPAN é uma ONG (organização não-governamental) que atua no município de Ijuí RS para proteger e recuperar o ambiente natural e suas variadas formas de vida. Utiliza uma abordagem socioambiental e acredita na responsabilidade de todos com a sociedade e a natureza.

Associe-se para participar ou cadastre-se para receber nossos e-mails.